Lá se pensam, cá se fazem.

Plataforma de partilha de excedentes de hortas urbanas

A tendência crescente para a criação de hortas urbanas, tanto por iniciativa privada como pública, é uma confirmação de que as pessoas querem partir para uma forma de ruralidade moderna com um objectivo de ser menos de subsistência e mais de lazer, educação e sustentabilidade. Inspirados na partilha de produtos hortícolas e frutas entre familiares e amigos que não conseguem consumir em tempo útil nem acondicionar devidamente, idealizamos uma plataforma para dar uma outra solução a essas pessoas alargando o raio de acção desse gesto de partilha, sem comprometer o sentimento de confiança típico de um ambiente familiar. A nossa ideia consiste em criar uma plataforma que facilite a partilha de excedentes de produções agrícolas de pequena dimensão e sem fins lucrativos. Para a aceder é apenas necessário fazer um registo na página internet. Cada utilizador disponibiliza a sua localização, visível num mapa, e os produtos que tem em excedente e pretende partilhar. O serviço permite a realização de buscas, consoante as suas preferências, pelo que utilizadores poderão contactar-se e proceder a eventuais trocas ou doações. A segurança e a confiança na plataforma de partilha tem por base a reputação de cada um dos seus utilizadores. Os participantes são convidados a construir a sua reputação e a contribuir para a reputação dos outros, através de comentários e sistemas de pontuação. A criação desta plataforma é um passo fundamental para o suporte e desenvolvimento desta comunidade, apoiando as vertentes técnicas e sociais que daí advêm: conhecimento, solidariedade, respeito.

Ana Luís Alves Sousa

Visionário
Gondomar, Portugal

Luisa Teixeira

Comunicador
Malmö, Suécia

Rodolfo Rodrigues

Facilitador
Porto, Portugal

Comentários