Lá se pensam, cá se fazem.

ISiMUV

Actualmente o mundo presencia a ausência de camas para tratar todas as pessoas que necessitam de cuidados fisioterapêuticos. Observando o número de pessoas que são afectadas anualmente por AVCs em Portugal, verifica-se que este número ronda aproximadamente 27 mil, ascendendo aos 10 milhões de casos na Europa. Em Portugal e na generalidade do mundo, estes pacientes apenas têm cerca de 2h de fisioterapia diária durante 3 dias por semana, quando deveriam ter pelo menos 6h de fisioterapia durante cada 5 dias da semana. O ISiMUV é a solução! Apesar do ISiMUV não ser um sistema que tem como objectivo a substituição do tratamento do fisioterapeuta mas sim a complementação do tratamento, o ISiMUV é um sistema que permitirá a pessoas com necessidades de reabilitação fisioterapêutica terem acesso às necessárias 6 horas de fisioterapia diária, e que, no conforto do seu lar, possam ter acesso a um conjunto de ferramentas que lhe permitam continuar o tratamento sempre com acompanhamento online do fisioterapeuta. Numa fase inicial da recuperação, o sistema será utilizado no centro de fisioterapia de forma a auxiliar o fisioterapeuta no tratamento do paciente, bem como o próprio paciente em termos motivacionais, através da realização dos exercícios num ambiente mais familiar, esta primeira fase servirá também para o paciente tomar conhecimento do ISiMUV e se familiarizar com o conceito. Relativamente à gestão dos dados, torna-se possível automatizar diversos processos repetitivos, tais como a elaboração de relatórios, elaboração do plano recuperação e na orientação da execução dos diversos exercícios. Isto permite que o fisioterapeuta tenha acesso aos dados analisados automaticamente, facilitando o acompanhamento de diversos pacientes em simultâneo. Quando o paciente se encontrar num estado de recuperação relativamente autónomo, o sistema é adaptável ao lar do mesmo, de forma a atenuar o problema da sobrelotação de pacientes nos centros de recuperação. Assim, torna-se possível realizar de forma autónoma o plano definido pelo fisioterapeuta e evitar deslocações diárias ao centro de recuperação. Embora este plano seja realizado em casa do paciente, existe sempre um feedback do sistema para com o fisioterapeuta relativo à evolução do paciente. O sistema auxilia o paciente na execução dos exercícios conseguindo diferenciar os movimentos correctos dos incorrectos, permitindo ao paciente proceder à respectiva correcção dos mesmos. A integração do ISiMUV na área da saúde, mais concretamente na área da fisioterapia, tem por objectivo auxiliar o fisioterapeuta nas suas funções, ao mesmo tempo que ajuda na auto-recuperação do paciente. Com um fisioterapeuta mais satisfeito e disponível, e dando ao paciente a oportunidade de realizar a totalidade do plano de recuperação ao mesmo tempo que é incentivado para tal, o ISiMUV surge num mercado muito necessitado onde poderá solucionar problemas de espaço e recursos humanos, além de providenciar a ajuda e motivação necessária para a completa recuperação dos pacientes.

Nuno Leitao

Visionário
Covilhã, Portugal

Nuno Santos

Comunicador
Covilhã, Portugal

Filipe Oliveira

Facilitador
Leiria, Portugal

Rafael Couto

Facilitador
Hassfurt, Alemanha

Comentários