Lá se pensam, cá se fazem.

Agricultura & Vida - um trabalho para a Sustentabilidade

Este projeto consiste em criar um Campo de Demonstração de Sustentabilidade Ambiental (adiante Campo), um polo prático de investigação e partilha de conhecimento, onde nos propomos desenvolver três áreas fundamentais: a agricultura, a habitação e os recursos energéticos. A missão deste Campo será partilhar o conhecimento teórico e prático sobre a forma como as pessoas podem ser sustentáveis e atuar segundo um modelo de sustentabilidade ambiental que demonstre como é possível reduzir a pegada ecológica nestas três áreas. A sustentabilidade ambiental está muito associada à autossuficiência de cada pessoa, do local e até de cada país. O Campo pretende ensinar a agir de forma sustentável. Esse desígnio está intrinsecamente ligado ao consumo de produtos locais, à adoção de práticas de eficiência energética, ao uso de energias renováveis e não poluentes e à aquisição de hábitos que à escala global contribuam para a preservação do meio ambiente. “Think global, act local” (“Pensar globalmente, agir localmente”) é o lema que nos motiva. Este conceito alerta as pessoas para o seu impacto global e advoga que a mudança que queremos ver no mundo deve começar pelas atitudes individuais. Começar por agir localmente, no meio ambiente circundante, nas escolhas diárias de consumo, no meio de transporte é o contributo que cada indivíduo dá à sociedade em que se insere e às pessoas com quem se relaciona. A grande questão que consideramos justificar a criação deste Campo relaciona-se com a falta de consciência e conhecimento geral sobre como podemos reduzir a nossa pegada ecológica. Este facto é importante nas decisões que fazemos, em termos de consumo de alimentos e recursos energéticos, começando por aspetos pequenos, como por exemplo, a utilização dos recursos naturais nas nossas casas e quotidiano. Entendemos que a sustentabilidade ambiental é possível e é necessário investigar e inovar nas três áreas mencionadas: A agricultura, fornece a alimentação ao ser humano e é uma das atividades com maior impacto ambiental. Nesta área, pretendemos demonstrar e ensinar formas sustentáveis de praticá-la. A habitação, para além de ser imprescindível, é uma área onde se pode, a partir de práticas tradicionais, desenvolver e encontrar formas de construção e funcionamento mais ecológicas, permitindo aos seus habitantes reduzir o seu impacto ambiental. Uma parte deste campo será reservada à construção de habitações sustentáveis, feitas a partir de materiais ecológicos e utilizando energias renováveis. A finalidade será ensinar os métodos adotados nessas construções e aplicar técnicas inovadoras que permitam criar casos práticos sobre habitações sustentáveis. Os recursos energéticos são outro aspeto fundamental e sem eles nenhuma das outras áreas é possível. De acordo com a filosofia do Campo, iremos trabalhar com energias renováveis. Pretendemos ensinar como utilizá-las eficazmente e criar espaço para encontrar soluções inovadoras que permitam usufruir dos recursos energéticos naturais de forma mais sustentável. O Campo será projetado através do trabalho dos alunos portugueses e ingleses de cursos universitários, relacionados com a sustentabilidade ambiental, que em conjunto com os seus professores e com a aprendizagem que podem fazer no local, irão conceber a forma de construi-lo. A construção será feita em conjunto com jovens em risco de abandono escolar e escassos recursos económicos, que direcionados pelas instituições de ensino e apoio social locais, tenham interesse em adquirir novos conhecimentos que os possam integrar na sociedade. No final, esperamos alcançar um modelo de sustentabilidade ambiental que possa ser reproduzido noutros locais. A nossa intenção é promover a criação de polos autossuficientes nestas três áreas, onde os habitantes possam viver em comunidade e diminuir a sua pegada ecológica, preservando o meio ambiente para as gerações futuras.

Mariana Carvalho

Visionário
Londres, Reino Unido

Ana Gomes

Comunicador
Cascais, Portugal

André Rodrigues

Facilitador
Cascais, Portugal

Daniela Sousa Matos

Comunicador
Oeiras, Portugal

silvia gonçalves

Facilitador
lisboa, Portugal

Sara Bernardo

Comunicador
Lisboa, Portugal

rita oliveira

Facilitador
Sintra, Portugal

David Rilhas

Facilitador
Sintra, Portugal

Comentários