Lá se pensam, cá se fazem.

Papatempos

O “Papatempos”, como termo de oposição aos já conhecidos “Passatempos” é um projeto que visa um programa integrado de estimulação cognitiva dirigido especialmente à população idosa mas que pode ser usufruído por toda a família. É constituído por um jogo de tabuleiro com um carácter atrativamente lúdico, de natureza estimulativa (exercícios de atenção/concentração, memória, raciocínio numérico e funcionamento executivo), inclui também cadernos de “Papatempos” sob a forma de pequenas revistas de fácil transporte, um site, aplicações para smartphones e tablets, bem como, sessões/encontros convívio com os séniors, com a monitorização de técnicos de saúde mental para a promoção do desenvolvimento de competências cognitivas, divulgação e (in)formação na área da saúde mental e gerontologia (também para cuidadores ou público interessado). A diminuição da atividade física que acompanha o envelhecimento implica habitualmente uma mudança de rotinas e hábitos que pode levar a um maior desinvestimento intelectual, ao isolamento social e consequentemente a uma maior vulnerabilidade à psicopatologia. A realização de atividades físicas, sociais e intelectualmente estimulantes tem vindo a provar ser a melhor profilaxia para a emergência de processos implicados na deterioração da saúde física e mental do idoso, pelo que nos parece fazer todo o sentido a intervenção neste campo. A par com os processos de demência, estados confusionais e acidentes vasculares cerebrais, os quadros depressivos encontram-se entre as patologias mentais mais frequentes no idoso, dado que as capacidades adaptativas, de gestão e controlo do stress face a esta nova fase no ciclo de vida nem sempre se encontram otimizadas, podendo constituir uma importante fonte de sofrimento. O bem estar psicológico deste grupo etário depende em grande parte da estabilidade afetiva, da organização e aceitação das suas eventuais limitações e da descoberta de novos caminhos, interesses e de atividades de valorização pessoal. O que o “Papatempos” nos propõe são “D.A.R.E.S”, desafios interessantes aos idosos e à comunidade no intuito de: Dinamizar; Aprender e informar; Reabilitar; Estimular e Socializar Os Papatempos, uns neurónios simpáticos e comilões, precisam de amigos … Who dares?

Ana Cruz Henriques

Visionário
Lisboa, Portugal

Vanda Lobo

Facilitador
Rio de Janeiro, Brasil

João Carrôlo

Comunicador
Lisboa, Portugal

Comentários